quinta-feira, 11 de março de 2010

Passo a passo . . .

 Eu já estou acostumada com as preferencias. Já estou acostumada em não ser a prioridade. É, é assim que a vida anda. Não tem como negar. É bem devagar, e quando percebemos já acabou.
 São por atitudes, palavras, ou por nenhum motivo que as pessoas simplismente escolhem outras. E se nos derem a chance de escolher, duvido que escolheremos a pessoa certa.
 É do ser humano criar requisitos, personagens e imagens, para como cada um deve ser. E se ele não seguir o que você acha o certo, ele não é um dos seus. 
 Brincadeirinha simples, mas que machuca. E como você já está lesado de mais para perceber, nem sente.
 Damos o primeiro passo e nem percebemos, quando nos demos conta já estamos a um passo do abismo.
 Criamos personagens, que nem mesmo existem. E quando vemos os defeitos dos outros, tentamos compara-los com esses personagens. O começo de um sentimento chamado, preconceito.
Enquanto a cor da pele for mais importante que o brilho dos olhos, haverá guerra!

Nenhum comentário:

Postar um comentário