sexta-feira, 2 de abril de 2010

A arte de reclamar

 É perseguição? A minha mãe vive falando que ela faz de tudo e eu nunca estou satisfeita com nada. Aí eu abro um livro e com que eu me deparo? Insatisfação. 
 Não perceberam ainda que nós, seres humanos, adoramos reclamar? Pode estar tudo certo, todo mundo achando tudo lindo, tem sempre um que acha algum defeito. Opa! Isso é insatisfação ou é chatice?
 Precisamos arrumar um motivo para reclamações, nada está certo! O mundo com toda essas flores, mares, céu, sol, está perdido. Não podemos confiar em ninguém, mas contamos a nossa vida inteira para uma pessoa que acabamos de conhecer em uma festa. Nunca temos roupa para sair, mais sempre saimos vestidos, e com a roupa que acabamos de comprar!\o/ Abrimos a geladeira e reclamamos que não tem nada para comer, daí o irmão abre a geladeira e fica em dúvida se pega o danone de chocolate ou de morango. Mas ué, um E.T abdusiu a comida e só devolveu quando você fechou a geladeira? 
 Adoramos reclamar, somos especialistas nisso. E olha que nem precisamos fazer faculdade.
 Achamos nosso pai louco porque ouve músicas estranhas, mas idaí? É ele que está ouvindo. Não queremos sair com a blusa azul, queremos a verde! Por que? A verde traz sorte?
 Não queremos comer arroz e feijão, queremos batata frita! Arroz e feijão engorda? Porque se sim, me fala!
 Enfim, é questão de implicância. Se não reclamarmos de nada, o mundo vai ficar muito sem graça! Só não exagera, tá?
 Quem não reclama e acha que está tudo bem, tudo certo e tudo serve, não tem personalidade alguma!
 Então reclame mesmo, e não deixe as pessoas em paz! O mundo fica mais divertido e termos mais histórias para contar.
OBS: Perigo!! Esse texto não é válido para pessoas que sofrem da síndrome da reclamação. Elas são muuuuito chatas!! Não tente ficar igual a elas. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário