terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Só não sou comestível, nhac


 Eu pulo como uma pipoca, pinto tudo como uma amora, sou como chupar limão por dinheiro, você faz cara feia no começo mas sempre acaba rindo no final. Estou começando a ficar igual a uma gelatina, sou fofa como bolo que acabou de sair do forno, doce igual banana com leite condensado.
 Me arrumo e fico pronta na mesma velocidade do miojo, em três minutos. Multiplicado por quarenta. Sou inesquecível como o chocolate e pela docura, você enjoa se ficar só comigo por dias seguidos. Sou como batata frita com sorvete, o resultado legal de uma mistura estranha. Igual o biscoito da sorte, sempre apareço com uma surpresa e como a panela de brigadeiro, sempre estarei do seu lado quando precisar chorar. Sou um x-tudo pois tenho de tudo um pouco, sou a macarronada de domingo que você está tão acostumado que já não liga para a mesmice. Sou como a maionese e farofa no natal, é sempre a mesma coisa mas não pode faltar. Como torrada que pode ser doce e salgada, como pizza que sempre tem aquele louco que prefere fria e sem frescura. Como cebola que enquanto uns amam outros odeiam. 
 Porém, sou como qualquer outro alimento, não estou nem viva para as porcarias que dizem. Quanto mais falam que sou ruim, mas aparecem pessoas de todos os lugares para saber como eu sou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário