segunda-feira, 26 de março de 2012

Espero

Eu espero que amadureça, espero mesmo. Espero o quanto eu puder e espero que eu possa por muito tempo. Espero que seja uma fase, espero que acabe tudo isso e espero que não acabe.
Sempre espero que pare, que olhe, que veja. Espero que as afirmações sejam verdadeiras, todas. E que as pessoas nao sejam capciosas no mau sentido. Eu espero que as risadas por desespero cessem, ou que continuem, continuem até cansar. Espero que possa-se inventar com toda essa tecnologia alguém em quem confiar, ou uma maquina de exterminação de todas as pessoas com mais de uma personalidade. Espero que essas pessoas sejam felizes, pois toda essa tentativa de acabar com a felicidade alheia é resultado de uma vida infeliz e frustada.
Espero entender, pois no final todo mundo faz uma besteira. Assim fica dificil. Espero que o sorvete do meu coração vá para um freezer menos frio, espero que não dê tempo de virar um iceberg porque iria me congelar por dentro e capaz de me explodir em emoções. As vezes eu espero que vire realmente um iceberg. É mais fácil quando se torna denso e assim nada penetra. Espero me sentir melhor, espero que essas mãos sejam minhas, espero que isso signifique alguma coisa, espero entender. Espero que o medo acabe, espero que o "mesmo assim" seja verdade. Espero que dêem uma chance e espero que as coisas façam sentido. Espero, espero. Só espero.

Nenhum comentário:

Postar um comentário