sábado, 31 de outubro de 2015

Chega para as palavras irem embora. Estuda para entender o que já sabe. Espera horas para chegar mais cedo em casa. Aprende a cozinhar para comer na rua. Pinta a unha e tirar o esmalte. Não penteia o cabelo para ficar mais bonito. Mora mais perto e fica mais longe. Corta o cabelo para parecer maior.  Tira carta e anda de ônibus. Fica no ponto e pega moto-taxi. Come menos para não ficar com fome. Toma floral e ataca gastrite nervosa. Se agita com a lista de músicas calmas. Aprende exatas para cursar humanas. Come doce para matar a sede. Tira o sapato para esquentar o pé. Lê para descansar. Tem aulas de português para estudar física. Finais de semana para estudar, está mais próxima dos que estão longe. Inerte aos que estão perto. Escreve para ninguém ler. Mentaliza para não pensar. Faz cursinho e não passa no vestibular. Vai no mais barato e paga mais caro. Exercita o corpo para ajudar a mente. Nasce para morrer. Coloca despertador e é acordado por alguém. Planeja uma vida sem rota. 
   Começa um parágrafo a fim de terminar um texto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário